HERBOLOGIA DO SANGUE DE DRAGÃO




“Sangue de Dragão? Pensei que era uma aula de Herbologia, professor, e não de

Trato de Criaturas Mágicas...” Eu sei que você pensou nisso! Vou explicar. Nessa

coluna tratarei de uma planta, como é o esperado na ciência mágica da Herbologia.

Sim: ela tem o nome de Sangue de Dragão em função de algumas

particularidades que explicarei abaixo; logo não recomendo que tente retirar alguma

quantidade de fluído corporal desse Animal Fantástico que o célebre Scamander

catalogou com nível de periculosidade XXXXX no Ministério da Magia. Seja sensato e

atenha-se ao vegetal, por gentileza.


Comecemos por recordar que nomes populares são bem diferentes de nomes

científicos. Nós, Herbologistas, fazemos usos dos dois em ocasiões diferentes, sendo

que nomes populares de plantas podem, frequentemente, levar a alguma confusão. O

Sangue de Dragão é um deles. Existem diferentes plantas que são denominadas dessa

forma: a Dracaena draco, das Ilhas Canárias, a Daemonorops draco, de Sumatra e o

Croton lechleri, da Amazônia brasileira e peruana.


Todos, sem exceção, produzem uma seiva avermelhada que se assemelha ao

sangue dos Dragões. Daí, seu nome. Vou abordar o Sangue de Dragão Amazônico pois,

além de ser encontrado mais facilmente por bruxas e bruxos regionais, também é um

dos meus ingredientes mágicos favoritos, visto sua potência curativa para diversos fins.




Figura 1 - Árvore de Sangue de Dragão. Fonte: eol.org


Essa similaridade da seiva com o sangue do Dragão não é à toa. Pesquisadores

de Castelobruxo já catalogaram que a árvore de Croton lechleri é uma das moradias

preferidas do Dente-de-víbora peruano. Essa íntima associação existente entre o Dragão

e a árvore é uma das principais responsáveis pela potência mágica que reside na seiva.

O mesmo fato parece ocorrer com as outras árvores de Sangue de Dragão citadas acima.

Com isso podemos perceber a importância dos ecossistemas bruxos e sua relação

harmônica perfeita.




Figura 2 - Seiva de Sangue de Dragão. Fonte: Grupo de Estudos – Casa Máy.


A Herbologia reconhece o Sangue de Dragão como um excelente anti-

inflamatório e um potente cicatrizante, em especial para problemas de pele. Benedita

Dourado, nossa famosa diretora, criou uma Poção que estanca sangramentos

imediatamente e que leva essa seiva como ingrediente majoritário. Ela inclusive já

relatou que atribui o sucesso dessa Poção aos indígenas moradores do entorno de

Castelobruxo, pois foi por meio da etnobotânica mágica que ela pode reunir todos os

ingredientes com sucesso. Nós sabemos o quanto Poções de caráter anti-hemorrágico

são úteis para os alunos de uma escola que valoriza a Magizoologia... Alguns acidentes

acontecem e precisam imediatamente de solução!

É de nosso conhecimento que a magia residente nessa seiva é oriunda da

molécula de taspina, um alcaloide importantíssimo. Graças a ela, o Sangue de Dragão

(além das propriedades listadas acima) pode atuar contra acne de bruxos adolescentes,

agir sobre peles maduras que precisam de lifting e embelezamento, combater vírus e

bactérias e bloquear a dor por até seis horas! Compreendem, agora, o motivo pelo qual o

Sangue de Dragão é um dos meus ingredientes favoritos?




Figura 3 - Molécula de Taspina. Adaptado de PubChem



Tantos benefícios, entretanto, não garantem que essa planta possa ser usada

indiscriminadamente. Além de ser necessário diluir o Sangue de Dragão de modo

adequado para seu uso, pesquisadores de Hogwarts conduziram um estudo que

comprovou que tomar Sangue de Dragão pode acarretar anemia, por atuar

negativamente em células sanguíneas de bruxas e bruxos (curioso, né?). Por essa razão

eu recomendo fortemente que você tenha a supervisão de um Herbologista ou

Curandeiro caso se interesse pelos efeitos terapêuticos dessa árvore. No mundo não-

bruxo, recomendo que encontre um Aromaterapeuta para os mesmos fins. O campo de

conhecimento da Herbologia é encantador, porém não menos perigoso que o Trato de

Criaturas Mágicas, lembre-se disso!


Espero que tenham curtido essa aula introdutória sobre Sangue de Dragão e,

caso tenham dúvidas ou sugestões para as próximas aulas, deixe sua mensagem nos

comentários abaixo. Eu e toda a Hocus Pocus teremos o maior prazer em responder

vocês.


Prof. Helder Carvalho

Biólogo, Professor de Herbologia e Poções


Mestre em Ciências pela Fiocruz/RJ

@helderscarvalho


Referências Bibliográficas:

CASTRO, Mayra C. e. GRE: Copaíbas, Sangue-de-dragão e Olíbanos.

Disponível em: https://casamay.com.br/curso/copaiba-sangue-de-dragao-e-olibanos-

online-gravado/ Acesso: 30 de maio de 2020.

LASZLO, Fabian. Sangue de Dragão, o sangue cicatrizante da floresta.

Disponível em: http://laszlo.ind.br/campanhas/sangue_de_dragao_laszlo.pdf Acesso: 21

de junho de 2020.

0 visualização

Hocus Pocus - Magia é o nosso negócio

Fortaleza - CE

Email: hyagovianacontato@gmail.com

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco